5 conceitos de armazenamento de dados que os proprietários de sites sérios precisam entender

Executar um site de sucesso requer levar em consideração vários fatores. Um dos mais importantes no cenário digital de hoje é como você armazena os dados do seu site. Compreender suas necessidades de armazenamento é fundamental para garantir a funcionalidade e evitar incidentes de segurança.

Diferentes opções de armazenamento de dados têm vários efeitos sobre coisas como análises e experiência do usuário. Da mesma forma, cada método vem com considerações de segurança exclusivas que você precisará considerar. A privacidade de dados está se tornando uma grande preocupação e você pode enfrentar ramificações legais para diferentes opções de armazenamento.

Políticas como Regulamento geral de proteção de dados (GDPR) e a Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia regulam como você armazena e usa as informações. No mínimo, você precisa entender o armazenamento de dados do seu site para estar em conformidade com eles. Com isso em mente, aqui estão cinco conceitos de armazenamento que você deve conhecer.

armazenamento web

Uma das opções de acesso para dados do lado do cliente é o armazenamento na web. O Web Storage contém dados no navegador do usuário, permitindo uma experiência mais suave do usuário. Com essa ferramenta, você pode armazenar configurações de preferência, dados de localização e muito mais, até 5 MB por área de armazenamento.

Existem dois tipos de armazenamento da web: sessionStorage e localStorage. O SessionStorage registra os dados em uma única guia e sessão, ideal para usos temporários, como carrinhos de comércio eletrônico. LocalStorage compartilha dados entre guias e janelas, proporcionando uma experiência consistente entre as sessões.

Nuvens privadas

O armazenamento na Web melhora a experiência do usuário, mas às vezes, você deseja armazenar mais dados a longo prazo. O armazenamento em nuvem é uma das formas mais populares de gerenciar esses repositórios de dados maiores. Existem vários tipos de armazenamento em nuvem, sendo as nuvens privadas uma das mais populares.

Leia Também:  Como indexar o novo conteúdo do WordPress mais rápido no Google

As nuvens privadas usam recursos e infraestrutura exclusivos da empresa, seja com servidores locais ou data centers terceirizados dedicados. Essa exclusividade dá aos sites mais controle e alguns benefícios de segurança, mas geralmente significa despesas mais altas. Se a privacidade é sua principal preocupação, as nuvens privadas são uma ótima opção de armazenamento.

Nuvens públicas e híbridas

Nuvens públicas, como Amazon Web Services e Microsoft Azure, usam infraestrutura e serviços de terceiros. Essas soluções geralmente são mais fáceis de implementar e mais acessíveis do que as nuvens privadas. Como resultado, a pandemia pode acelerar a adoção da nuvem pública, que já estava ganhando popularidade.

Nuvens híbridas, como o nome indica, combinam recursos e serviços de terceiros e empresas. Essas soluções são mais flexíveis e ajudam a equilibrar segurança e controle com acessibilidade e facilidade de uso.

Cookies

Os cookies são como armazenamento na web, no sentido de que armazenam pequenas quantidades de dados no navegador do usuário. Eles servem a um propósito semelhante, coletando dados para otimizar as experiências das pessoas, mas contêm menos do que armazenamento na web. Quer você perceba ou não, provavelmente usa cookies, por design ou por meio de ferramentas de terceiros.

Você deve saber sobre isso porque regulamentos de privacidade incluem políticas de cookies, que normalmente exige que você informe os usuários sobre seu uso. Independentemente de você confiar ou não nos cookies, você precisa entender como eles afetam o seu site.

Backups locais

Embora a maioria do armazenamento de dados de sites dependa da Internet ou de navegadores, você pode manter backups locais. Se você usar dados de sites para análise, pode querer manter cópias físicas. Essa prática é uma medida de segurança útil, mas vem com considerações de privacidade próprias.

Leia Também:  Baixe 10 plug-ins grátis para acelerar seu site WordPress

O GDPR e alguns outros regulamentos se aplicam a cópias locais das informações do usuário, não apenas às versões online. Portanto, embora os backups locais sejam uma medida útil de mitigação de desastres, eles não estão imunes à regulamentação.

Preste atenção em como você armazena dados

A maneira como você armazena os dados do seu site afeta muitos aspectos do seu negócio. Sua privacidade, conformidade regulamentar, análises e experiência do usuário mudam com diferentes métodos de armazenamento.

Sempre que você iniciar ou alterar seu site, preste atenção em como você armazena os dados do site. Isso pode fazer ou quebrar seu site.

Compartilhe este Link:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

Receba nossos preços
e condções direto no seu email

Por favor, preencha os campos abaixo:

Preferência de contato: