Mantendo seu site WordPress: 5 dicas a seguir

A Internet é um lugar estimulante. Com novos desenvolvimentos e melhorias acontecendo todos os dias, os comerciantes devem manter constantemente seu site e manter uma nova presença online. Se você trabalha com WordPress, sabe muito bem que manter seu site pode ser seu próprio trabalho de 40 horas por semana, especialmente se você deseja segurança de longo prazo e crescimento organizacional online.

Como software de código aberto, o WordPress abriga 63% dos usuários de CMS, com seu código aberto para estudar, usar, alterar ou redistribuir. Qualquer pessoa pode tirar proveito de seus recursos úteis e personalizar a plataforma com uma variedade de temas, ferramentas e plug-ins. Provavelmente amar a capacidade de tornar sua casa online verdadeiramente sua.

Não apenas você pode estudar o código, mas a solução de código aberto do WordPress garante que ele seja constantemente testado, relatórios de bugs e usuários possam enviar patches. Dessa forma, seu código WordPress melhora rapidamente e preenche as lacunas com novas atualizações. No entanto, isso também significa que seu site deve reagir rapidamente.

Manutenção WordPress é um trabalho sem fim, especialmente com atualizações do Core e volatilidade da Internet. Para tornar o seu dia menos cansativo e manter o seu site WordPress atualizado, reunimos as cinco dicas a seguir:

  1. Crie backups consistentes
  2. Mais informações sobre as atualizações do WordPress Core
  3. Fique por dentro das atualizações de temas e plugins
  4. Não se esqueça dos transientes e do cache
  5. Priorize a otimização do banco de dados

Um grande erro é criar seu site e pensar que seu trabalho está feito. Não se preocupe se você ficar sobrecarregado facilmente Mesmo os melhores profissionais de marketing devem seguir essas etapas para manter seu site! Pronto para mergulhar nas dicas e truques a seguir? Vamos começar.

1. Crie backups consistentes

Todos que gerenciam e coletam dados temem a mesma coisa: perdê-los para sempre. Seja devido a um ataque de terceiros ou a um erro de atualização de software, a perda de dados é um pesadelo para qualquer pessoa. É quando um backup completo do site pode salvar o dia!

Um backup de site é basicamente uma cópia de todo o seu conteúdo e dados armazenados em um local seguro, como um disco rígido externo ou até mesmo online na nuvem. Ter backups consistentes minimiza os efeitos negativos se você perder dados, especialmente se estiver atualizando seu site. Embora um backup completo seja um recurso que você nunca deseja usar, é sempre bom saber que ele está lá.

Um backup não é útil apenas para hackers extremos ou outras perdas massivas de dados. Existem problemas que provavelmente irão surgir em sua vida diária durante a manutenção de seu site WordPress que podem ser facilmente corrigidos com um backup de dados. Por exemplo, considere os seguintes motivos pelos quais os backups são necessários e devem ser feitos de forma consistente:

  • Para se proteger contra erros humanos, como a exclusão acidental de um campo (isso pode acontecer com todos nós!).
  • Você pode reverter os problemas durante as atualizações se a atualização não for bem-sucedida.
  • Ele pode ajudar com problemas de compatibilidade após a instalação de novas extensões ou outras ferramentas do WordPress.
  • Você pode criar facilmente uma versão de teste do seu site para testar um novo recurso ou design.
  • Por último, incentiva práticas de segurança fortes.
Leia Também:  Como aplicar marketing localizado ao seu WordPress

A simples exclusão acidental de uma entrada de dados pode prejudicar sua estratégia de marketing, e um backup confiável é a melhor maneira de se recuperar rapidamente.

2. Mais informações sobre as atualizações do WordPress Core

Como você sabe, os recursos de código aberto do WordPress levam a atualizações muito necessárias para a plataforma Core. Núcleo do WordPress é basicamente o CMS sem nenhum dos plug-ins e extensões extras. É o esqueleto do seu site, e se houver atualizações do WordPress Core, você deve estar ciente delas.

No verão passado, o WordPress lançou a versão 5.5 como seu sistema mais atualizado. Cada atualização do Core geralmente inclui recursos novos ou aprimorados existentes que sua equipe pode aprender e aproveitar para melhorar e manter seu site WordPress.

Você pode pensar que não vale a pena atualizar seu site para cada nova versão lançada. No entanto, junto com os recursos atualizados, as atualizações principais também costumam incluir atualizações de segurança. Isso significa que um problema de segurança foi encontrado, resolvido e tornado público. Quando um novo problema de segurança é revelado, o seu site desatualizado está em risco.

De acordo com Kanopi, uma agência web de serviço completo, é recomendável que, em vez de esperar para atualizar massivamente seu site a cada dois anos, ele passe por melhorias contínuas à medida que novas versões do WordPress são criadas. No final, isso se torna muito mais sustentável para sua equipe, e seu site WordPress é mantido de forma fácil e consistente.

3. Fique por dentro das atualizações de tema e plug-in

Muitas organizações investem em um tema e uma variedade de plug-ins para otimizar os processos internos e aprimorar a experiência do usuário. Atualmente, existem mais de 57.000 add-ons e quase 8.000 tópicos disponível em WordPress. Parece haver uma combinação infinita de possibilidades para levar seu site ao próximo nível. Afinal, uma das melhores partes do WordPress são as diversas maneiras de personalizá-lo e realmente faça seu site.

Assim como você precisa ficar de olho nas atualizações do Core, também é importante ficar por dentro das atualizações de tema e plug-in. Plug-ins e temas passam por atualizações de versão para eliminar problemas de segurança e levar sua funcionalidade para o próximo nível.

Leia Também:  Baixe 10 plug-ins grátis para acelerar seu site WordPress

A frequência com que você passa por essas atualizações é crucial, especialmente se você atualiza seu Core constantemente. Você não quer ter problemas porque suas ferramentas são incompatíveis com sua plataforma CMS.

Por exemplo, se você estiver usando um tema personalizado ou plug-ins personalizados para suas necessidades de negócios, é importante sempre testá-los e atualizá-los com todas as atualizações importantes para garantir que sejam seguros, compatíveis e sem erros. Alguns especialistas recomendam que atualizar temas e plug-ins pelo menos uma vez por trimestre é uma boa prática.

Com cada atualização, seja WordPress Core ou plug-ins e temas, sempre há o risco de que algo dê errado. Esse risco é minimizado quando você atualiza de forma mais consistente, já que ir da versão 1.1 para 1.3 é cada vez mais fácil do que ir da versão 1.1 para 4.0. Mas não se preocupe, você tem seu backup para salvá-lo se algo der errado.

4. Não se esqueça dos transientes e do cache

Todos os navegadores e servidores da web armazenam informações de sites na forma de caches. Simplificando, um cache é um espaço de armazenamento para dados temporários que podem ajudar um navegador ou aplicativo a funcionar com mais eficiência. É por isso que você provavelmente não precisa reenviar suas informações de login toda vez que enviar seu e-mail. Seu navegador não precisa recarregar todo o site, ele apenas se refere aos seus dados em cache!

Os dados em cache ajudam a acelerar o tempo de carregamento de seus sites, o que melhora o SEO e a experiência do usuário. No final das contas, o armazenamento em cache apenas ajuda seu site e garante que ele atenda efetivamente às necessidades de seus constituintes.

No entanto, como um profissional de marketing encarregado de manter seu site WordPress, você deseja que seus dados armazenados em cache sejam atualizados assim que novas informações forem postadas e adicionadas. Como os dados armazenados em cache melhoram a experiência do usuário em seu site para os visitantes recorrentes, faz sentido garantir que sejam relevantes no momento.

Como usuários do WordPress, você provavelmente também está familiarizado com os transientes. Os transientes são uma forma de armazenar dados em cache no banco de dados do WordPress por um determinado período de tempo. Essencial para sites maiores, os transientes oferecem a oportunidade de adicionar adicional caching de dados específicos. Um exemplo comum de uso de um temporário é ao listar postagens em uma categoria específica. O transiente reduz o número de buscas no banco de dados.

Leia Também:  Como criar um link curto no WordPress (a maneira mais fácil)

Geralmente, espera-se que os transientes sejam atualizados periodicamente para garantir que a data de expiração continue a aumentar. Uma maneira típica de atualizar transientes é fazê-lo ao criar, atualizar e / ou excluir conteúdo. Alguns transientes podem nem mesmo ter uma data de validade e devem ser recriados de vez em quando.

Resumindo, é importante atualizar constantemente os dados temporários e armazenados em cache, especialmente se você deseja aumentar as conversões em seu site. Você pode configurar o host do seu site para controlar o cache, investir em um plugin ou serviço de cache ou fazer com que um desenvolvedor incorpore o código de cache. Às vezes, você pode descobrir que precisa de uma combinação de todos esses elementos.

5. Priorize a otimização do banco de dados

Além do cenário crescente e mutável da Internet, uma das razões pelas quais manter seu site WordPress é tão importante é porque sua organização provavelmente também está evoluindo. A cada interação, novos dados se acumulam. E, como acontece com quase tudo, é um desafio organizar.

Seu banco de dados é um dos componentes mais importantes de sua organização. Não apenas ajuda você a acompanhar tudo o que aconteceu, mas também fornece informações importantes sobre como melhorar para o futuro. Especificamente, os dados do seu site podem ajudar obtenha o máximo do seu sistema WordPress.

De acordo com AccuData, a higiene de dados é essencial em seu banco de dados. Afinal, uma entrada ausente ou um nome com grafia incorreta pode ignorar um sistema. Às vezes, uma auditoria completa do banco de dados é necessária!

Seu site não é imune a isso e, se você estiver obtendo dados de um sistema que não foi totalmente limpo, isso pode causar uma experiência ruim para o usuário. Alguns hosts do WordPress têm soluções rápidas de otimização de banco de dados, mas para obter ajuda mais valiosa, você provavelmente precisará trabalhar em conjunto com um serviço de suporte. Se o suporte do WordPress é algo que interessa a você, considere verificar Este artigo sobre as principais coisas a se procurar em uma agência de suporte de site.


Não importa o tipo de organização para a qual você trabalha, seu site WordPress deve evoluir não apenas como a Internet, mas como você. Mantê-lo é mais do que acompanhar atualizações importantes e, de fato, pequenas mudanças incrementais geralmente acabam sendo mais críticas e úteis no longo prazo. Esperançosamente, as dicas neste guia forneceram alguma direção e você pode seguir em frente otimizando seu site WordPress com confiança! Boa sorte!

Compartilhe este Link:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

Receba nossos preços
e condções direto no seu email

Por favor, preencha os campos abaixo:

Preferência de contato: